Energia

Boy Releasing Balloons

Hoje eu acordei com uma força interna incrível! Uma força que tudo posso mudar. Pedi para Deus que era isso que eu queria. Eu pedir para ele ser meu melhor amigo. Para ele conversar comigo nos momentos de aflição. Nos momentos que eu não me sentir forte.

Esses dias, eu aprendi que a frase que “De boas intenções o inferno está cheio” é mais do que verdade. Nem todo aquele que diz amém, amém, herda o caminho ou pratica o melhor para os outros.

Estou com novos focos, novos planos, e tenho certeza que para o senhor nada é impossível! Eu vou conseguir! Decidir ouvir minha mente e meu coração. Deixar de ouvir pessoas, adjetivos e outras coisitas mais…vou ouvir minha essência e me orgulhar disso. Vou ajudar e vou focar meus esforços a quem realmente precisa, é grato e se alegra com isso! Reciprocidade!

Li isso ontem e achei muito bom:

Nunca se esqueça que Deus tem palavras positivas para todas as suas negativas:
Você diz:”Isto é impossível.”
Deus diz: ” Todas as coisas são possíveis.” [Lucas 18:27]
Você diz: “Estou muito cansado.”
Deus Diz: ” Eu te darei descanso.” [ Mateus 11:28-30]

Você diz: “Ninguém me ama.”
Deus diz: ” Eu te amo.” [João 3:16, 13:34]

Você diz: “Não aguento mais.”
Deus diz: ” A minha graça te basta.” [2 Cor 12:9, Sal 91:15]

Você diz: “Não consigo mais ter confiança.”
Deus diz: “Eu endireitarei os seus caminhos.” [Prov 3:5-6]

Você diz: “Não posso fazer.”
Deus diz: “Você pode todas as coisas.” [ Filip 4:13]

Você diz: “Não sou capaz.”
Deus diz: “Eu te capacito.” [ 2 Cor: 9:8]

Você diz: “Eu não sou ninguém.”
Deus diz: “Eu te farei alguém.” [Rom 8:28]

Você diz: “Eu não me perdoo.”:
Deus diz: “Eu te perdoo.” [ 1 Jo 1:9, Rom 8:1]

Você diz: “Eu não tenho o suficiente.”
Deus diz: “Eu suprirei suas necessidades.” [ Filip 4:19]

Você diz: “Tenho medo.”
Deus diz: “Eu não te dei espírito de medo.”[ 2 Tim 1:7]

Você diz: “Estou sempre desanimado e preocupado.”
Deus diz: “Lance sobre mim todas as sua ansiedades.” [ 1 Ped 5:7]

Você diz: “Não tenho fé suficiente.”
Deus diz: “Eu dou a todos a medida da fé.” [ Rom 12:3]

Você diz: “Não tenho sabedoria.”
Deus diz: “Eu te dou sabedoria.” [1 Cor: 1:30]

Você diz: “Me sinto só.”
Deus diz: ” Não te deixarei.” [ Heb 13:5]

Beijos,

Se liga!

Anúncios

Empreendedor?

ImagemO que se passa na cabeça do empresário brasileiro? Eu me pergunto todo dia isso! Aprendi que nesse nosso amado país, aceitamos qualquer coisa! Se alguém embrulhar pedra e vender, nós aceitamos sim, senhor!

O empresário de hoje não conhece seu público alvo, não conhece o mercado, não estuda, não procura saber o que acontece, mas tem dinheiro de sobra para gastar e vender. Afinal, todo mundo quer ser empresário hoje. Ex-açogueiro abre pet shop, Advogado abre loja de moda, Prostituta vende Bíblia e por aí vai!

O empresário de hoje só visa o lucro, mas esse lucro tem que ser imediato, o que pode não acontecer no futuro. Quando as pessoas não se atualizam, não estudam, não conhece seus novos clientes, não buscam novas opções, acabam quebrando…É fato, mundo muda o tempo todo, e aquele que fica sempre achando que seu mercado é assim, que seus clientes são assim, não entendem que eram, continuando vendendo para o passado e novas empresas surgem para suprir o presente.

É fato que hoje muita gente ainda compra, tem espaço para tudo. Mas me pergunto até quando? Será que tudo que é ruim bem vendido será sempre vendido por aqui? Já sinto uma mudança, o brasileiro está aprendendo a reclamar, aprendendo a dizer não, pesquisar as empresas.

O empresário de hoje precisa abaixar a cabeça e ter a humildade de aprender com seu consumidor. Há muitas formas de fazer isso, de forma baratinha ou carinha. Quem corre atrás com certeza sai na frente hoje e amanhã vai ser um sucesso. Porque o cliente de amanhã é muito pior do que o de hoje.

Não basta vender, tem que entender, tem que criar e inovar! Afinal, todo sucesso passa, todo progresso se renova e o mundo muda o tempo todo.

É fácil ser chefe, difícil mesmo é suportar a carga da chefia!

Beijos,

Se liga!

Manifestação!

Manifestação

Aí minha veia jornalistica hoje acordou pulsando e eu resolvi escrever um artigo sobre política. Quem tiver paciência ou interesse em ler o que escrevi – é longo, já adianto – eu agradeço e, se possível gostaria de um feedback!

Centavos x bilhões

Logo que a primeira manifestação contra o aumento das passagens foi noticiada, eu confesso que não dei muita importância. Achei um absurdo o aumento, óbvio, mas à manifestação não dei importância. Na época eu ainda achava que o movimento era só oba-oba às custas do povo, que como sempre pagaria o pato.

Aí veio a segunda manifestação e eu passei a enxergar o que antes não enxergava.

A população cansou de financiar a balburdia que é o nosso governo!

São vinte centavos que representam a revolta com os bilhões que são covardemente desviados dos cofres públicos e, que financiam viagens despropositais, cargos dispensáveis, superfaturamento de salários de aspones e corrupção suja e impune.
Eu tenho pena de quem, nos dias de hoje, levanta bandeiras de partidos políticos brasileiros. Eu tenho pena de quem, ainda acha que de fato, temos partidos que representam o povo.

Talvez esses vinte centavos representem os centavos que bastavam para encher o nosso pote de revolta com a politicagem que se proliferou no nosso país e, o pote, transbordou nesta manifestação.

Somos representantes da população mundial que mais paga impostos, e temos no poderio do nosso país, um partido que se diz de esquerda e que governa com uma base aliada que inclui o partido que tem mais prefeitos e mais senadores eleitos, ou seja, força política não falta ao nosso comando para governar para o povo com medidas efetivas que erradiquem, ou que aplaquem a desigualdade social que impera no nosso país.

Aí eu sempre me pergunto por que as coisas não mudam se essa é a nossa realidade política há mais de dez anos.

E antes que venham me acusar de ser de direita, ou de compactuar com qualquer ideia partidária, eu já adianto: Não voto e não acredito em partidos, eu voto em pessoas e acredito em projetos! Na minha humilde opinião, partido nenhum presta, eles representam o princípio básico da formação de quadrilha. O que se salva são alguns pouquíssimos políticos, pelos quais – mesmo confiando meu voto – de maneira alguma colocaria a minha mão no fogo.

As pessoas precisam parar de ter uma visão romantizada sobre o nosso governo e parar de aplaudir as migalhas que são jogadas ao nosso povo, a cada “bolsa qualquer coisa” que é criada.

É claro que os programas populares que o governo cria, ajuda uma parte da população mais pobre, mas o que se desvia por trás de cada “bolsa” é o que de fato motiva a criação de cada um desses projetos.

No que me baseio para afirmar isso? Simples! Uma pesquisa recente da ONU aponta que no Brasil são desviados cerca de R$200 Bilhões por ano dos cofres públicos.

Não me atenho às pessoas que estão no poder, porque tolo o que imagina que eles governam sozinhos. Eles dão a cara a bater, são os famosos “simpáticos” que são tão imundos como os demais porque eles conseguem a simpatia da população, e trocam uma vida de mordomias e falso poder pela degradação política do país.

Eu queria pintar a cara de verde amarelo e ir às ruas pacificamente e dizer: Chega!!!

No Brasil quem manda é o POVO, não são os políticos. Se os colocamos lá, temos o direito e o dever de tirá-los, ou de, pelo menos, reivindicar que se cumpra o que foi prometido.

E quando falo POVO, românticos, não confundam com pobres ou miseráveis. POVO é o cidadão brasileiro que trabalha dignamente e cumpre com os seus deveres.

POVO também é o empresário que paga impostos abusivos em troca de absolutamente nada e que fica indignado quando vê que o nosso governo de esquerda, socorre um Eike Batista da vida, porque as empresas dele servem de vitrine internacional e porque ele financia político atrás de político.

POVO também é o pequeno empresário que se faz de polvo, trabalhando em múltiplas funções e que não consegue crescer e gerar empregos porque tem mais imposto pra pagar do que lucro.

POVO também é quem pode gerar emprego e não gera porque não tem subsídio.

Me revolto quando se retrata um “POVO BRASILEIRO” na mídia utilizando imagens de pobres maltrapilhos, que não podem melhorar de vida sozinhos e precisam de programas políticos como o bolsa família, sustentando a tese de que o nosso governo precisa jogar migalhas à população ao invés de investir também em pequenos e médios empresários que poderiam trazer mais desenvolvimento ao nosso país.

Eu acredito em movimentos pacíficos, onde NÃO são manifestas bandeiras políticas, porque na atual situação em que nos encontramos, todos os partidos e políticos são farinha do mesmo saco!

Quero um movimento do POVO pelo POVO, que vota, que paga imposto, que trabalha honestamente e que tem SIM o PODER de mudar essa “casa da mãe Joana” que virou o Brasil.

Sou absolutamente contra a violência, mas os baderneiros, oportunistas e esquentadinhos sempre vão fazer parte de movimentos como esses. Só não podemos aceitar que a nossa mídia vendida permita que esses mal feitores ofusquem os verdadeiros motivos e os verdadeiros manifestantes.

Eu queria um Impeachment geral! Queria todo mundo fora do poder! Queria que pudéssemos eleger tudo outra vez! Queria que fosse proibida a candidatura de pessoas que já fizeram parte desse governo vagabundo que temos desde que me entendo por gente, e que também fossem proibidas as candidaturas de todos os representantes de famílias que já estiveram no poder. Não precisamos da expertise podre de políticos que já tivemos e ainda temos maculando a nossa bandeira.
E este é o momento. Os olhos do mundo estão em nós por conta dos eventos esportivos. Esta na hora de acabar com essa farsa de que somos uma potencia econômica e que por aqui tudo vai bem. O mundo precisa saber a verdade. Nós precisamos enxergar a verdade. E os românticos esquerdistas precisam entender que no Brasil, não temos de fato uma esquerda!

Texto escrito por Ayla Meireles

Eu ou nós? Quem está nas manifestações?

ManifestaçãoSou a favor de tudo que tire a gente dos eixos, que revolucione, que não faça você aceitar o que te enfie tudo guela abaixo sem se quer explicar.

Todo dia engolimos muitos sapos: do trabalho, da sociedade, do governo e de tudo mais!

Nós sabemos sentar e orar por nossos filhos, ir na igreja, falam de Deus, abrem a Bíblia para protestar palavras, pedem algo quando aa vida tá ferrada, mas quando tudo tá bem não sabe nem olhar para o irmão do lado e orar por ele. Somos egoístas. Não estou falando de ateus. Estou falando de evangélicos, judeus, mulçumanos, budistas, católicos. Ou seja de qualquer religião.

Estou falando do outro, de não sermos egoístas, de se colocar no lugar do outro. Deus disse: “Amai os outros como a si mesmo”, e isso significa entender o outro, se colocar no lugar do outro como se fosse nós. Perdoar. Entender. Compreender. Deixa cada um viver como bem deseja.

Afinal, todos somos livres. O próprio Deus nos deu o livre arbítrio. Inclusive, Jesus foi um grande protestante. Ele lutou pelos direitos do povo e sempre pediu para que todos lutassem.

Bom, tudo isso parece piegas, mas é que me dá uma certa raiva ver algumas pessoas só julgando (o pior pecado!).
Sou a favor ou contra de manifestações? Aliás, das últimas! A favor! Estou farta das pessoas só reclamarem e não fazerem nada para mudar, de só falar, de só julgar. Quem está errado? Todo mundo. Policiais que ganham mal e estão maus preparados para tratar as pessoas. Um governo que se acha acima do bem e o mal, que é mimado, e que liberamos nossas vidas em suas mãos sem questionar. Estudantes com eterno QI adolescente que não sabem respirar e apenas explodir. Uma população egoísta que acha mais fácil reclamar e ficar sentada no sofá em casa só julgando sem fazer nada.

Sou a favor de amar os outros como a si mesmo!

Chega de fechar os olhos e fingir que isso não existe. Sei que é muito mais fácil viver em conforto, buscando a vida pelo dinheiro, sair no shopping e comprar mil roupas e etc. Mas a vida não tem só bem, tem mau também, tristeza. E cada um tem um porquê e um motivo. Perdoai até o pior dos melhores. Está na hora de acordar para a vida e sair de seu ‘mundinho’!

Existe uma música perfeita para isso:

Minha Alma (A Paz Que Eu Não Quero)
O Rappa

A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:
“Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?” 2x

A minha alma tá armada e apontada
Para a cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem,paz sem voz,
Não é paz é medo
(Medo! Medo! Medo! Medo!)

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:
”Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?” 2x

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo,
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido,
É pela paz que eu não quero seguir admitindo.

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:
‘’Qual a paz que eu não quero conservar
Pra tentar ser feliz ?’’ 2x

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo,
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido,
É pela paz que eu não quero seguir admitindo. 2x

Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo,
Mas não me deixa sentar na poltrona
No dia de domingo! (domingo!)

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido,
É pela paz que eu não quero seguir admitido. 2x

É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitido. 2x

Beijos,

Se liga!

Quando lhe acabam as palavras?

Hand putting sticky notes to wallEstou com um grande problema ultimamente. Está me faltando palavras.  Sempre fui devoradora de dicionários, adoro conhecer uma palavra nova. Mas ultimamente estou esquecendo as palavras. Ao invés de recepção falo portaria. Porque simplesmente esqueço que se chama recepção.

Ando com tanto excesso de informação todos os dias. Como todo mundo. É bom? Sim! Tenho aprendido tantas coisas. Tenho sentido vontade de aprender. Tenho gostado de aprender. E ainda confesso fico muito triste quando não sei de algo. É fato que nunca vou saber de tudo. Estou mesmo aprendendo.

Mas de vez em quando eu penso em duas coisas:

– Quanta coisa tenho para aprender?

– Quanta coisa os outros precisam aprender?

É ensinar e aprender. É tudo sempre um processo contínuo. Tenho aprendido isso. A lidar com meus egos e meus orgulhos.

Ando pensando em novas soluções, onde poder ir, o que levar, como integrar todo esse novo estado de vida que vivo.

Vocês já tiveram essa sensação de esquecimento?

Beijos,

Se liga!

Alley treelined with cherry trees

Eu andei escondida por aí. Fiz algo ali, outro aqui. Mas a verdade que sentir saudade de compartilhar meus pensamentos.

Não sou blogueira do século 21, não vou postar looks, não vou mostrar minha fortuna, não vou vender posts. Vou vender apenas ideias. Meu espaço não é diário pessoal. É apenas uma troca de aprendizados. Cada um toma como deseja.

Tenho aprendido muito nessa nova jornada.

Vou escrever. Por mim, por eu e por nós.

Seja bem-vindo a esse louco devaneio.

Beijos,

Se liga!